Programa Partido Fora do Eixo 2013

 

Índice

1. Apresentação

2. Funcionamento

3. Objetivos e Metas

4. Sistemas

5. Calendário de Projetos Estratégicos

6. Funcionamento

7. Descrição de Aplicativos

8. Compacto.tec

 

1) Apresentação

O Partido é um dos simulacros do FdE e tem como metas promover processos de debates, elaboração, sistematização e aperfeiçoamento de políticas de redes, a partir das atividades, ações e projetos conectados.

Esses laboratório são etapas importantes para a formulação de políticas públicas e tecnologias sociais replicáveis nos mais diversos contextos.

Entre as metas, pretende-se alcançar com as políticas de redes adotadas organicidade entre as pessoas e os grupos envolvendo, buscando preservar sempre a coerências entre teorias e as práticas.

Os coletivos do Fora do Eixo, desde os primórdios, vem articulando e promovendo esses processos, entendendo que as práticas adotadas são possibilitadoras de respostas para anseios políticas, econômicos e sociais da sociedade brasileira contemporânea.

Entende-se também que as sistematizações dessas práticas políticas são ferramentas de aperfeiçoamento de gestão e metodologias que marcam estes processos coletivos.

 

2.) Funcionamento do @foradoeixo

2.A) Modo de organização Político

CATEGORIA 1 – Instância Municipal

# Pontos Fora do Eixo – Organizações sem fins lucrativos cujos laboratórios estão integrados à rede oficialmente.

# Casas Fora do Eixo –  Residências culturais que possui todos os aplicativos avançados instalados em sua plataforma.

# Parceiros – Pessoas e organizações sem e com fins lucrativos que possuem relações de parcerias com os coletivos da rede.

 

CATEGORIA 2 – Instâncias Estaduais ou Regionais

# Colegiados Regionais – Conselhos Gestores de Redes locais, estaduais e regionais.

# Frentes e Simulacros – Redes temáticas artísticas e socioculturais.

# Casas Regionais –  residências culturais que possui todos os aplicativos avançados instalados em sua plataforma e responsáveis pelas gestões das regionais.
CATEGORIA 3 – Instâncias Nacional e Internacional
# PAN – Ponto de Articulação Nacional formada por moradores de casas, membros de colegiados regionais e gestores de frentes e simulacros.

# Agência de Cooperação Internacional – Conselho formada por membros do PAN responsáveis pela gestão das relações internacionais.

 

3.  Objetivos e metas

_Organicidade

_Georreferenciamento

_Parcerias

_Calendário de ações

_Agência de Cooperação Internacional

_Políticas de gênero

3.1 – Promover a consolidação e ampliação das estruturas da rede, através do estímulo  à implementação e uso de tecnologias sociais que estimulem processos de organicidade entre o discurso político socializante e as práticas cotidianas

3.2- Fortalecer o sistema de Casas Fora do Eixo Regionais e locais nos processos de gestão de rede, estimulando o surgimento de outras residências culturais espalhadas pelo Fora do Eixo.

3.3- Realizar georreferenciamento de coletivos e parceiros atuantes nos Arranjos Coletivos Locais onde o FdE está envolvido

3.4- Estimular parcerias através de ações colaborativas realizadas nos mais diferentes territórios

3.5- Organizar calendário de ações com vistas à desenvolver campanhas e projetos que transversam com as plataformas mapeadas

3.6- Formalizar e consolidar políticas de gestão do Fora do Eixo em âmbito latino-americano.

 

[MOBILIZA/PCULT FdE]

3.1.1 Atender, acompanhar e assessorar os pontos Fora do Eixo integrados a rede para diagnosticar gargalos de formação, conflitos, potencialidades e nível de envolvimento dos agentes locais em cada uma das cidades para conseguir propor e colaborar com as dinâmicas dos territórios

3.1.2 Formular o Programa Político do Fora do Eixo com a participação de todos os coletivos da rede

3.1.3 Acompanhar periodicamente os trabalhos dos coletivos, assessorando-os a implementar/dar manutenção a tecnologias sociais geradas pela rede, a partir do contato com todas as frentes da rede (ser um hiperlinkador de agentes)

3.1.4 Realizar, gerir e sistematizar reuniões periódicas com os pontos Fora do Eixo

3.1.5 Realizar, gerir e sistematizar reuniões com o Ponto de Articulação Nacional

3.1.6 Encaminhar adesões e desadesões de pontos Fora do Eixo integrados a rede

          3.1.7 Atualizar Regimento Interno e Carta de Princípios do Fora do Eixo

3.1.8 Atualizar relação de Pontos Fora do Eixo 2012

3.1.9 Montar um catálogo online na wiki fde com perfil de todos os Pontos Fora do Eixo que integram a rede

3.1.10 Realizar o mapeamento de Bancadas FdE com vistas a montagem de 01 catálogo

3.1.11 Formular 01 Sistema de Participação Popular do Fora do Eixo, traçando um pararelo com métodos de participação utilizadas no meio comum

3.1.12 Mapear percursos temáticos na rede, com metas de estimular vivências permanentes de lideranças e outros agentes dos coletivos.

3.1.13 Estimular circulação e trocas de tecnologias por meio das atividades da Uni com Imersões, Vivências, Colunas, Missões e Congressos

3.1.14 Acompanhar e diagnosticar gargalos de formação, conflitos, potencialidades e nível de envolvimento dos agentes locais em cada uma das cidades para conseguir propor e colaborar com as dinâmicas dos territórios

3.1.15 Operar o projeto SAC (Serviço de atendimento aos coletivos), chamando-os à reuniões permanentes durante o ano.

3.1.16 Elaborar um sistema de cultura BR com compilação de propostas referentes a políticas culturais defendidas pelo PCultFdE e lançar em formato de cartilha para disponibilizar aos coletivos da rede

3.1.17 Realizar um mapeamento de pessoas e grupos chave relacionados aos simulacros e à fruição cultural para colaborarem nos projetos das frentes mediadoras: PosTV, Observatórios, Corpo Docente,  Colunas, Emergência, etc.

3.1.18 Promover acesso às tecnologias e plataformas da rede por meio de editais de utilização das plataformas e vivências.

3.1.19 Criar uma agenda de reuniões com as secretarias, universidades, conselheiros, empreendedores, artistas,  colaboradores e demais interessados.

3.1.20 Desenvolver o Programa Cultura de Rede 2013

3.1.21 Montar o colegiado do Cultura de Rede

3.1.22 Fazer 01 MAPEAMENTO de coletivos, pontos de cultura e outros parceiros de outros países da América Latina

3.1.23 Formalizar as instâncias internacionais no modo de organização político do Fora do Eixo

3.1.24 Realizar reuniões periódicas com os pontos de articulação latino

3.1.25 Atender, acompanhar e assessorar os Pontos Fora do Eixo integrados a rede latina

3.1.26 Articular parcerias com Embaixadas e instâncias públicas internacionais

3.1.27 Sistematizar parceiros para fortalecer relações internacionais (Apex, Embaixadas, Lions Clube, etc)

3.1.28 Implementar e fortalecer a ação de 01 Casa Fora do Eixo em cada regional da rede e das casas micro-regionais ou locais ou territoriais

3.1.29 Realizar reuniões periodicamente entre equipes afins das Casas FdE Regionais, e reuniões gerais envolvendo todos os residentes

3.1.30 Fortalecer a ação dos Partidos das Casas FdE  junto aos coletivos da região,    promovendo  a  assessoria e o acompanhamento dos mesmos

          3.1.31 Elaborar Programas das Casas FdE Regionais

3.1.32 Desenvolver 01 Sistema de Tecnologias de Gestão do Pcult Fora do Eixo

3.1.33 Ocupar espaços em fóruns, conselhos de culturas e outras instâncias político-culturais com metas de contribuir/participar com debates sobre políticas públicas.

3.1.34 Desenvolver relações com vereadores, deputados, e outros legisladores estimulando a pauta da cultura na agenda política dos mesmos

3.1.35 Acompanhar as secretarias municipais de cultura na realização das conferências municipais.

3.1.36 Promover debates, observatórios e palestras nos festivais como forma de aproximar os artistas e o público das discussões

 

[ACL / BANCO]

3.1.37 Implementar unidades de simulacros (Banco, UniFdE, Partido e Mídia) em pelo menos  40% dos pontos Fora do Eixo

3.1.38 Atualizar banco de contatos com informações sobre todos Pontos Fora do Eixo, com descrição dos integrantes do núcleo durável dos coletivos

3.1.39 Mapear Pontos Parceiros que fazem parte do ACL (Arranjos Criativos Locais) nos territórios que possuem PAL (Pontos de Articulação Locais)

3.1.40 Mapear integrantes dos Colegiados Regionais e das Casas Fora do Eixo regionais

3.1.41 Fortalecer e promover o uso do Banco de Tecnologias Sociais (Fora do Eixo TeC) através do aprimoramento e consolidação Wiki Fora do Eixo

3.1.42 Elaborar / auxiliar a elaboração de projetos estratégicos da rede com vistas à captar recursos junto a parceiros, editais e outros

3.1.43  Articular / promover parcerias estratégicas, em especial, nas regionais onde há Casas FdE

3.1.44  Realizar balanço das atividades do Pcult por parte dos coletivos Fora do Eixo

3.1.45 Montar 01 Compacto.TEC do Partido da Cultura para registro e sistematização  das  ações

3.3.46 Elaborar projetos com foco no Fora do Eixo Latino com vistas a atender editais e outras linhas de financiamento internacionais

3.3.47 Elaborar / operar projeto de intercâmbio e vivência de agentes brasileiros e hispânicos no Brasil e nos demais países integrados a rede

3.2.48 Elaborar projetos e articular formas de captação de recursos para os projetos das Casas

 

[APLICATIVOS/ UNI]

3.1.49  Realizar colunas de sustentabilidade nas Casas Fora do Eixo regionais

3.1.50  Promover encontros e imersões regionais e temáticas com vistas ao debate sobre os programas e outros temas

3.1.51  Promover conversas infinitas com vistas à promoção do processo de formação política e ampliação de repertórios com a participação de parceiros estratégicos

3.1.52  Realizar colunas regionais temáticas

3.1.53 Mapear/ revisar agentes de circulação representantes do Pcult 2013 que componha o Banco de Experiências da UniFdE 2013

3.1.54 Sistematizar os conceitos de “Projeto Pardo” e “Projeto Branco”, e publicá-los em meios adequados

3.1.55  Escrever artigos sobre as diferenças entre Circuito Fora do Eixo e Movimento Fora do Eixo, suas as tecnologias sociais geradas, e outros temas

          3.1.56  Montar um banco de estudos políticos em parceria com a Uni FdE

          3.4.57  Lançar 01 anuário de 2012 com balanços gerais do Fora do Eixo

3.3.58  Realizar coluna de sustentabilidade Argentina

3.3.59  Realizar coluna Centro América

3.3.60 Mapear agentes de circulação representantes da Internacional FdE que componha o Banco de Experiências

3.3.61   Fortalecer o grupo de tradução de documentos do Fora do Eixo

3.3.62  Realizar cursos onlines de Espanhol e Português para agentes integrados aos pontos Fora do Eixo.

3.2.63  Realizar imersões regionais nas Casas FdE de cada região

 

[MÍDIA]

3.1.64  Promover o debate sobre midiativismo através do Fórum de Mídia Livre (FML)

3.1.65 Inserir e excluir agentes dos Pontos Fora do Eixo das listas institucionais da rede

3.1.66  Articular unidades de “Mídias Integradas” territoriais no formato  do NINJA.

3.1.67 Organizar os canais de comunicação da rede, sistematizando o uso dos grupos e redes sociais (facebook)

3.1.68 Estimular/ promover a atividade de Cidadão Multimídia, dialogar e acompanhar os coletivos e demais veículos parceiros

3.1.69 Contribuir no debate para a construção de novos modelos de gestão de núcleos midiáticos

3.1.70 Ampliar o debate a cerca do lado político da comunicação e da produção midialivrista

3.2.71 Criar canais de comunicação (grupos e facebook) para fazer fluir a comunicação entre as Casas FdE

           3.2.72 Elaborar Plano de Mídia das Casas Fora do Eixo

3.3.73 Criar canais de comunicação (grupos e facebook) para fazer fluir a comunicação do Fora do Eixo latino américa

          3.3.74  Elaborar Plano de Mídia dos pontos latino americanos

 

[UNI / BANCO/MÍDIA]

3.1.75  Lançamento do Programa FdE de Cultura 2013

3.1.76  Realização das etapas regionais do Emergência

3.1.77  Realização da etapa nacional do Emergência

3.4.78 Elaborar/enviar newsletters “Fora do Eixo Comunica” divulgando as atividades dos   simulacros

3.4.79  Reformular/ lançar 01 site do Pcult FdE

3.4.80  Contratar/ fortalecer 01 assessoria de imprensa

3.4.81  Estimular a elaboração de artigos e textos sobre as tecnologias de gestão promovidas  pela rede

          3.4.82  Análise e renovação constante de mídia em redes sociais

3.4.83  Fomentar a inclusão multimídia em todas as ações dos pontos Fora do Eixo

3.4.84 Promover a ocupação da Pós TV por parte dos pontos Fora do Eixo

Realização do Emergência

 

[MÚSICA]

3.1.85 Realizar campanhas do Grito Rock em 300 cidades do Mundo, assim como, fortalecer o contato entre produtores do festival.

3.1.86 Promover e consolidar a Rede Brasil de Festivais, consolidando plataformas de circulação

3.1.87 Mapear parceiros estratégicos da Música FdE  (Pontos de Cultura, associações, casas de shows, etc)

3.1.88  Potencializar/ divulgar e fazer uso intenso do TNB

3.1.89  Atualizar mapeamento de entidades ligadas a música

3.1.90  Participar de Conselhos e colegiados da linguagem

3.1.91  Acompanhamento dos debates políticos (PEC da Música, Direitos autorais, Fundos de Cultura, etc)

3.4.92 Realizar o 5º Festival Fora do Eixo em São Paulo e outras cidades, promovendo uma amostragem da cultura fora do eixo.

3.4.93 Estimular a realização periódica de Noites Fora do Eixo nas diferentes cidades integradas a rede, promovendo circuitos de circulação permanentes

          3.3.94  Articular o circuito Argentino de música independente

          3.3.95  Articular o circuito centro-americano de música independente

 

[CLUBE DE CINEMA]

3.1.96  Mapear rede de cineclubes e festivais de cinema em todo o país

3.1.97 Estimular realização de SEDAS (Semanas do Audiovisual) por coletivos da rede

3.1.98  Promover a DF5 junto a coletivos da rede através das Casas FdE regionais

3.1.99 Promover o projeto de Cineclubismo junto a coletivos da rede através das Casas FdE Regionais

3.1.100  Buscar parceria dos realizadores audiovisual para distribuição de seus filmes.

3.1.101  Buscar parceria com distribuidoras de cinemas para salas comerciais.

3.1.102  Acompanhar e participar da construção de políticas públicas do setor.

 

[PALCO FORA DO EIXO]

3.1.104  Atualizar/ revisar  os dados dos mapeamentos de parceiros aplicados

3.1.5105  Realizar reuniões  com produtores, grupos  e artistas locais

3.1.106  Realizar reuniões com coletivos interessados em desenvolver atividades do Palco FdE

3.1.107  Incentivar a adesão de novos coletivos por meio das campanhas e projetos

3.1.108  Participar de eventos (festivais, mostras, outros) dos coletivos que acionarem

3.1.109  Elaborar uma agenda de reuniões com diversos agentes nacionais

3.1.110  Realizar colunas pelas regionais

3.1.111 Participar de reuniões, listas de e-mails, fóruns e debates com associações e redes cênicas

3.1.112  Participar de Conselhos Municipais, Estaduais e Nacional de Cultura

3.1.113  Estabelecer parcerias do FdE nos festivais e eventos externos

3.1.114 Participação em fóruns, grupos e movimentos que pautem as políticas públicas nas artes cênicas

3.1.115  Participação em mesas e rodas de debate em eventos sobre o assunto

3.1.116  Mapear pontos de cultura, organizações e outros agentes que atuam no âmbito do teatro brasileiro.

3.1.117 Incentivar realização do Circuito de Festivais Cenários Possíveis nas cidades como forma de estimular a circulação e a conexão entre os coletivos para diagnosticar a cena nacional das artes cênicas

3.1.118 Avançar no processo de cartografia das Artes Cênicas no projeto conectado ao Cenários Possíves

 

[DISTRO]

3.1.119  Mapear e organizar mailing de pontos FdE e parceiros com vistas a envio de informações por email.

 

4) Sistemas de dinamização dos Objetivos e Metas

 

4.1-  Sistema de adesão

 

4.2- Sistema de desadesão

4.3 – Sistema de Mobilização

4.4) Sistema de Participação Online

 

4.5) Sistema de Participação Presencial

 

5) Funcionamento 

5.A) Núcleos Executivos

 

[5.A.1] SAAC – SISTEMA DE ATENDIMENTO E ACOMPANHAMENTO AOS COLETIVOS

O Serviço de Atendimento e Acompanhamento aos Coletivos (SAAC) é um aplicativo do Partido Fora do Eixo que tem como proposta o acompanhamento on-line e presencial aos Pontos Fora do Eixo e Parceiros da rede. O objetivo principal é colaborar no processo de implementação das tecnologias desenvolvidas pelos simulacros e frentes temáticas que constituem o modo de organização da rede, bem com tecer diagnósticos que colaborem com o processo de cada território. É de responsabilidade do SAAC apresentar aos coletivos que querem aderir a Rede Fora do Eixo o procedimento de adesão, bem como aos que querem desaderir. Leia +
[5.A.2] GEORREFERENCIAMENTO

Núcleo que articula o mapeamento e sistematizações de experiências e metodologias. Leia +
[5.A.3] ENGENHARIA DA INFORMAÇÃO

Como uma rede descentralizada e com pontos em todos os estados brasileiros, abarcando uma imensa diversidade de metodologias e influências culturais, o Fora do Eixo apresenta uma demanda de sistematização e organização de um fluxo de seu Sistema de Informação.

A equipe de Engenharia da Informação faz a gestão de todas as plataformas disponíveis à rede, tais quais as Listas de E-mail, Grupos de e-mail para Comunicação Fluida entre as equipes, Páginas de Facebook, Sites das Frentes e/ou Simulacros específicos, IRC, Wiki Fora do Eixo, e outros veículos de fluxo de comunicação externa e interna. Leia +

[5.A.4] TECNOLOGIAS SOCIAIS

Núcleo que mapeia plataformas e aplicativos e seus calendários, tais como, projetos, ações e iniciativas (festivais, eventos, etc) com metas de dinamizar as relações de rede e articular os coletivos.

[5.A.5] MOBILIZA

Mobiliza cultura é uma das secretarias executivas do Partido da Cultura Fora do Eixo que tem a função de identificar e sistematizar temas referentes a construção de políticas públicas voltadas para o setor da Cultura, Direitos Humanos, Comunicação, e outros temas.

O Mobiliza consiste num conjunto de sistemas afim de constituir uma estrutura de mobilização em torno de pautas e acontecimentos políticos; Compartilhar conhecimentos referente a temas relevantes nivelando o repertório de agentes culturais em todo o país. Leia +

 

6. Calendário / Projetos Estratégicos

JAN – Imersões regionais,  nacional e de coletivos

FEV / MAR – Grito Rock

Julho  a Dezembro – Congresso Fora do Eixo Regionais e Nacional

1º semestre – Semana do Audiovisual

2º Semestre – Rede Brasil de Festivais / Lançamento da campanha Territórios em rede

Anual – Casas  Fora do Eixo

Anual – Pós TV

Anual – Colunas

Anual – Vivências Permanentes

Anual – Rede Social

Anual – RG’s

 

7. Descrição de aplicativos

CASAS FORA DO EIXO – Projeto de residência cultural responsável pelo gerenciamento executivo das regionais FdE. Ao todo são 07 Casas regionais em todo o Brasil. Cada Casa Fora do Eixo é uma célula produtora de tecnologias sociais e um espaço de convergências que abriga em sua estrutura organizacional 01 agência do Banco FdE (sustentabilidade), 01 Emissora Multimídia (comunicação), 01 Diretório do PCult (Partido da Cultura), 01 Campus da Uni FdE, 01 Escritório de Ponto de Articulação Regional, além de Ponto de Distribuição, Ponto de Hospedagem Solidária. Confira o sistema das Casas FdE aqui.

EMERGÊNCIA (CONGRESSO FDE) – Principal encontro presencial da rede, que conta com a participação de todos os Pontos Fora do Eixo, parceiros e observadores, no qual são realizadas uma série de plenárias, observatórios, reuniões livres, conferências e GTs para definição do planejamento do ano seguinte.

GRITO ROCK  – O Grito Rock é o maior festival integrado da América Latina. Dentro do Grito Rock, há campanhas realizadas por todos os setores com vistas à promover processos de formação livre, bem como reforçar conexões entre os produtores participantes da rede. 2012 é o ano da sexta edição integrada, que visa chegar a 200 cidades.

REDE BRASIL DE FESTIVAIS – Fortalecimento dos circuitos regionais de festivais como campos de gestão associativos. Cada região possui um circuito de festivais próprio, com agenda colaborativa sendo definida ao longo do ano. A maior parte destes eventos acontecem no segundo semestre do ano.

ENCONTROS | IMERSÕES – Reunião que conta com a participação de integrantes de pontos Fora do Eixo regionais em data a ser acordada por todos. As imersões regionais serão feitas nas respectivas Casas FdE.

CONVERSAS INFINITAS – Projeto que propõe reunir parceiros estratégicos, artistas, agentes culturais, intelectuais, entre outros convidados com metas de debater temas gerais relacionados a cultura. A metodologia é lançar um temas na roda em formato livres, com liberdade de desdobramentos de outros temas que emergirem das conversas. A proposta é que os coletivos realizem o projeto frequentemente em seus territórios, com vistas à promoção da formação política dos mesmos.

REUNIÕES GERAIS – Reuniões quinzenais nacionais realizadas com a participação de Pontos FdE realizadas em formato audiovisual através do canal do Observatório FdE; e reuniões do Ponto de Articulação Nacional quinzenais que serão realizadas em plataforma online.

SISTEMA DO PARTIDO FORA DO EIXO – Sistema de tecnologias de gestão utilizadas pelo Partido, tais como, o Banco de Contatos FdE, Banco Oficial de Pontos FdE, Lista de presença de pontos FdE em reuniões do PAN ou Nacionais, Banco de Colegiados e Casas FdE, Banco de Atas Permanentes, Atas Permanentes do Partido Fora do Eixo, Calendário Geral FdE 2012, relatórios trimestrais, listas do Facebook e de emails, Banco de projetos, Banco de Editais, Cartilha Sistema Cultura BR, Banco de Artigos, Bancos de Mapeamentos, Site do Partido Fora do Eixo, entre outros.

WIKI FDE /  FORA DO EIXO TEC – Plataforma colaborativa virtual que funciona como banco de tecnologias Fora do Eixo, armazenando conteúdos desenvolvidos pela rede como planilhas, acervos, atas, registros, vídeos, cartilhas, entre outros, que já estão sistematizados e/ou em processo de construção.

COLUNAS – Missões de até 30 dias, em sua maioria realizada em grupos de gestores, programadas para passar por rotas dos Pontos Fora do Eixo, cidades vizinhas e cidades potenciais, com vistas a acompanhar o desenvolvimento dos coletivos, mapear agentes, articular parcerias e conhecer novos cenários e realidades culturais.

PROGRAMA FDE DE CULTURA 2012 – Planejamento anual do Fora do Eixo reunindo as diretrizes de ações de todas as frentes gestoras e produtoras. Será lançado em janeiro nas redes sociais.

ANUÁRIO FDE 2011 – Relatório anual do Fora do Eixo que traz informações completas sobre atividades sócio-econômicas da rede durante o ano referido. Será lançado com destaque maior nas redes sociais, em fevereiro.

NINJA – Projeto laboratorial de integração de mídias livres em uma cidade e/ou estado com vistas a construir conglomerados colaborativos de comunicação livre. Será articulado pela Mídia em parceria com o Partido Fora do Eixo nas cidades onde houver arranjos criativos de midialivrismo desenvolvidos.

ASSESSORIA DE IMPRENSA – Além de auxiliar nas campanhas promovidas pela Mídia, a assessoria propicia um laboratório de novas formas de trabalho com a comunicação externa, e trabalha com gerenciamento da imagens, assim como de possíveis crises junto a imprensa.

CIDADÃO MULTIMÍDIA – Projeto que estimula a produção de conteúdo dentro da rede, por outras pessoas além dos comunicadores. É um exercício de comunicação livre, que mostra olhares plurais sobre a rede, e é difundido por diversos meios.

SEDA – Semana de audiovisual, que trabalha a formação. A partir desse ano ocorre de maneira a integrar as edições e estimular a circulação de agentes, como no Grito Rock. Ela também é uma oportunidade de conexão com festivais de audiovisual e parceiros além de público. A SEDA acontece entre abril e junho de 2012.

CINECLUBES – Através da circulação de filmes e agentes, e da distribuição, expandir as ações e provocar uma rede cineclubista que reivindique políticas públicas que valorizem a exibição fora do circuito comercial. O Partido Fora do Eixo também estimula e acompanha o mapeamento dos cineclubes por todo o país através das Casas FdE Regionais.

DF5 – Distribuidora virtual, que faz a principal conexão com agentes externos, tendo os cineclubes como pauta principal, mas trazendo para perto realizadores, distribuidoras, coletivos audiovisuais e produtores, através das Casas FdE Regionais. A DF5 existe desde 2010, tem em seu catálogo 150 produções independentes.

PÓS TV – Programa de webtv diário e é a interface entre a Comunicação da rede e a difusão e produção de conteúdo audiovisual. Sua programação é formada pela não grade, onde a proposta é que o programa se faça através das sugestões do apresentador e de seus convidados.

 FESTIVAL FORA DO EIXO  – Assim como no Grito, propor a campanha de estímulo ao debate de formação política e de políticas públicas. O Festival Fora do Eixo acontece nas principais capitais do país.

NOITES FdE – Eventos musicais realizados pelos coletivos. Estimular a realização dela por todos os coletivos da rede. As Noites FdE começaram a ser sistematizadas em 2011, através de formulários de cadastro, pós produção, gerando indicadores de produção, shows, público e bandas em circulação.

CURSOS ONLINE – ESPANHOL E PORTUGUÊS – Cursos ministrados por agentes do Fora do Eixo Brasil, Argentina e Centro-América para agentes atuantes em pontos Fora do Eixo com metas de ampliar o número de falantes de ambas as línguas, pensando na facilitação de comunicação entre todos os Fora do Eixos latinos.

NEWSLETTER “FORA DO EIXO COMUNICA” – Newsletter quinzenal de divulgação das atividades do Movimento Social, envolvendo ações capitaneadas pelos simulacros Partido Fora do Eixo, Banco, Universidade e Emissora.

SITE DO PARTIDO FORA DO EIXO – Veículo de comunicação oficial do Partido Fora do Eixo, que reúne as representações regionais, artigos, documentos e informações sobre políticas públicas de cultura.

8. Compacto.tec

Conjunto de planilhas desenvolvidas para auxiliar o processo de sistematização dos processos operacionais em torno das políticas de rede. Link de acesso ao CT 2013: http://bit.ly/1628SrM

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*